Pesquisar este blog

Deita aqui...

Vamos nos dar ao amor e nos perder nos lençóis

Vem...

Se abre só para mim

Mostre-me toda a intensidade dos teus sentimentos

em gemidos de prazer,

cubra-me com seu corpo e me arremate a alma.

Vem meu grande amor!!

satisfaça esse tão carente ser, que te deseja até morrer

faça amor comigo, me dê vida, ainda que só por hoje.



Flora bomfim

10 de fev de 2010



"Meu corpo estremece em saudades



Sinto escorrer meus intensos desejos


Te sinto bem aqui, todo dentro de mim


Seu suor molha meu corpo


Ainda sinto suas mãos nos meus seios


Sua língua ainda é quente


Amor Meu,


Você é tudo que restou de mim


Vivo a arrastar correntes em tantas dores


Pelo meu caminho solitário persisto


Sigo ansiosa e ligeiramente como quem vai te encontrar na próxima curva


A tanto tempo não te sinto por perto,


Isso me tira a vida!


Na sua ausência vou sobrevivendo, vou vivendo, clamando, desejando, implorando sua volta


Afim de ter de volta o meu espírito"

9 de fev de 2010

FLORA BOMFIM FALANDO DO MODO DE COMPOSIÇÃO DE SEUS POEMAS

PERGUNTEI PARA FLORA COMO ERA OS MOMENTOS QUE ELA ESCREVIA OS POEMAS E ELA COMEÇOU A ME CONTAR:

"me dá uma agonia, vc precisa ver, fico aperriada pra escrever de qualquer jeito, é tão forte que parece vozes me pertubando rsrrsrsrsrs se eu não escrever, parece que vou surtar rsrrsrsrsrrss"

"hummmm


ai, sempre é em lugares inusitados no carro, no meio da multidão, na rua, numa padaria, no meu quarto, no meu quintal nooosssa nem dá pra prevê onde vai vir alguma coisa"
 
"srsrrsrsrs foi mais forte do que eu, sempre é mais forte"


rsrrsrsrsrs


warlla diz:
e qndo as palavras estao vindo?

Flora diz:

é o jeito parar tudo e escrever sempre foi assim os que eu escrevo por querer, com minhas palavras, as palavras pensadas eu nem deixo alguém ler, não gosto deles, é como feito por obrigação, e assim não funciona

8 de fev de 2010

"não tente partir o meu coração



você não sabem quem sou eu,


não se meta a besta com meus temidos e tão desejamos sentimentos,


você vai se arrepender!


Não pertube minha alma com todos os seus galanteios, não vou me render!


Nunca mais...


Me livre de seus olhos,


antes que seja escura a estrada e eu não possa mais!


Não me condene mais ao seu cruel amor,


pelos deuses,


imploro que que não me dê essa sentença de te amar!


Você rega a sua alma com minhas tantas lágrimas,


já não me suporto...


Volto a me abrir pra você me ferir...


Ahhhh quer saber ?!


Que faleça o meu espírito, que se flagele meu ser, que s edane minha fragilidade, quero você!


Não vivo sem ti!"
http://www.youtube.com/watch?v=ki4xOfsNFiI
Hoje pela manha, ao conversar com Flora Bomfim, ela disse algo que quero postar  , para que todos vejam a grande escritora que ela é..
FLORA DIZ:
-é assim: é que escrevo tudo em momentos meus, sabe? Nada pra comércio, coloco em um papel tudo que já em mim não cabe, entende?


rsrsrrsrsrsrsrrsrsrsrrsrsrsrrsrsrsrsrsrrs


Vejam...a poesia vem do ítimo dela

6 de fev de 2010

SONETO

Vejo os meus olhos e por um instante te sinto bem aqui dentro de mim.
Tão quente, o teu corpo cobre o meu,teu fervente liquido escorre por entre meus dedos longos,
molhas ainda mais minha lingua. Sempre tão sedenta de ti, sinto o pulsar explosivo do teu coração, a não mais resistir todo meu amor.
De olhos fechados vivo, para calar a saudade dor.

F.B
Flora Bomfim é mais uma revelação da literatura moderna, com seus versos soltos e simples ela consegue passar o que sente de mais profundo.É uma sagitariana,de opiniões fortes,mas sensivel em suas poesias.
Seus poemas refletem sua maneira de agir e de pensar,assim eles ao mesmo tempo são realistas e fantasiosos...
Flora conheceu o amadurecimento muito cedo,pela forma que vivia,sofreu e venceu suas barreiras e seus medos,da mesma forma,seus poemas mostram a cara da dura realidade.